Li até a página 100: Um menino em um milhão - Monica Wood

Primeira frase da página 100:

"Sua voz não passava de um sussurro."

Do que se trata o livro?

A sinopse já nos avisa que o menino do título morre. Antes de morrer, porém, o pequeno escoteiro realizava tarefas na casa de Ona, uma senhora de 104 anos. As visitas eram sempre cheias de conversas entre a senhora e seu jovem amigo. Após a morte repentina dele, Quinn, seu pai, passou a assumir a função do filho nos sete sábados que ainda restavam. Neles, o pai ausente passa a conhecer o filho perdido através do olhar de Ona.

O que está achando até agora?

Estou gostando muito. Acho que existem lições que apenas as perdas são capazes de ensinar, o que vem acontecendo com Quinn ao longo das páginas. Fora isso, amo histórias de amizade e estou achando linda a relação construída entre Ona e o menino.


O que está achando do protagonista?

Os três personagens de destaque são Ona, Quinn e o menino (até agora o nome dele não foi citado e nem sei se vai ser). Ona até tenta passar uma imagem de velhinha durona em alguns momentos, mas é uma fofura cheia de histórias para contar. Quinn vivencia o luto carregado de culpa devido à sua ausência durante boa parte da vida do filho, é um personagem que até agora me despertou mais pena que raiva. E o menino... Ah, ele cativante!


Melhor quote até agora:

"Porque a história da vida da gente nunca começa no começo. Será que não ensinam nada pra vocês na escola?"

Vai continuar lendo?

Sim!

Última frase da página:

"O dia já havia partido com o vento, deixando em seu lugar os últimos raios paralisantes do sol."


* O “Li até a página 100 e…” é uma tag criada pela Cibele, do Estante Lotada

Para ler ouvindo #6


Olá, pessoal 
A playlist de hoje foi criada com a colaboração de uma personagem. Sim! Natasha, uma das protagonistas de O sol também é uma estrela, é extremamente ligada à música. Fã de Nirvana e de Kurt Cobain, traz a foto do álbum Nevermind como capa de seu celular; Hungerstrike na voz de Chris Cornell é capaz de paralisá-la no meio da rua e, ao cantar em um karaokê, sua escolha é nada menos que Soundgarden. Para não deixar o trabalho todo por conta dela, dei meu toque à lista, acrescentando músicas que têm a ver com a história criada por Nicola Yoon. A resenha do livro você encontra aqui.

Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história. Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois. O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

Come As You Are - Nirvana

Hungerstrike - Chris Cornell

Fell On Black Days - Soundgarden

Moments Like This - Kai Brown


Morada - Sandy


XO - John Mayer



© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo