— [...] Foi um sofrimento horrível, mas, durante o ano que passei imobilizado, pude compreender uma verdade: de tudo o que perdi, era o coração que me fazia mais falta. Ninguém pode amar sem coração. É por isso que resolvi ir ao Grande Oz. Se conseguir o que desejo, volto para casar-me com a linda moça do País dos Anões.

Dorothy e o Espantalho ouviram interessadíssimos a história do Homem de Lata. Compreendiam agora por que ele desejava tanto um novo coração.

— Ainda assim — comentou o Espantalho — quero é um cérebro. Um bobo não saberia o que fazer com o coração, mesmo que tivesse um.
— Pois eu prefiro o coração — confirmou o Homem de Lata. — A inteligência nunca fez ninguém feliz, e não há nada melhor neste mundo que a felicidade.

Dorothy não disse nada. Não sabia qual dos dois amigos estava certo.

L. Frank Baum in O Mágico de Oz

Um comentário:

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo