Depois Daquela Viagem: o livro da minha adolescência


Tem sempre um filme, um lugar, um perfume ou um livro que por alguma razão - conhecida ou não - ocupa um lugarzinho especial na nossa memória e no nosso coração. No meu caso, Depois daquela viagem, da Valéria Piassa Polizzi, cumpre esse papel no quesito livros. Li pela primeira vez aos 15 anos, para a escola, e perdi as contas de quantas vezes reli desde então.  Na época eu tinha um amigo e uma amiga inseparáveis e lembro que o livro teve o mesmo efeito sobre eles que, tenho certeza, até hoje nutrem por aquelas 279 páginas o mesmo carinho que eu. 

Pra quem ainda não teve a oportunidade ler, eu recomendo. Amor, amizade, tristeza, alegria, dúvidas e todos os outros temas comuns da vida dos jovens estão presentes nesse relato autobiográfico. Com um detalhe: Valéria contraiu AIDS aos 16 anos. E num tom bastante informal nos conta o que aconteceu em sua vida por causa disso e, principalmente, apesar disso. 

Depois daquela viagem marcou a minha adolescência e vai estar sempre na minha lista de preferidos. 

[...] Mas quem sabe um dia todos nós aprenderemos e a cada vez que conhecermos alguém, seja ele ou ela, branco, preto, amarelo, vermelho, gordo, magro, feio, bonito, judeu, muçulmano, homossexual, alto, careca, gago, adotado, anão, com aids, sem aids, rico, pobre, cabeludo, fanho, cego, corcunda, excepcional, vesgo, inteligente, olhos puxados, olhos azuis, palestino, árabe, comunista, capitalista, super dotado, hemofílico, bicho grilo, miserável, graduado, travesti, místico, sem terra, mexicano, americano, empregado, patrão, prostituta, enfermeira, médico, padre, novo, velho, ateu, tatuado,com tuberculose, com hanseníase, com mão de tesoura, sem braços, surdo, paraplégico, mudo, ignorante, nos lembraremos de que antes de tudo, é apenas uma pessoa. E melhor ainda seria se depois de tudo isso pudermos ser amigos”.
 



6 comentários:

  1. Este livro com certeza marcou uma época muito especial de nossas Vidas!

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como! Lembrar dele é lembrar da gente, talvez por isso ele seja tão especial!

      Excluir
  2. Este livro com certeza marcou uma época muito especial de nossas Vidas!

    :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla,

    adorei teu blog, passei só de passagem para dar uma olhadinha e me apaixonei.

    Lindo mesmo.
    Te sigo, fique a vontade para me visitar.

    http://www.portiprati.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiii,

    Conheço o trabalho da Valéria há muito tempo, desde a época em que ela escrevia na revista Atrevida, mas nunca tive a oportunidade de ler o livro dela.
    Fiquei com vontade de ler agora.
    A propósito, obrigada pela visita ao meu blog.

    Bjs

    modernices.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo