Dicas de filmes para fugir do Carnaval

Há os que amam e esperam ansiosamente por ele. Há os que não suportam nem ouvir falar.  Independente do grupo no qual você se encaixa, ele chegou! É Carnaval! E se você prefere trocar a lista de blocos do dia por uma lista de filmes pra assistir nesse feriadão, deixo aqui a minha contribuição:

Medianeras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual
Sinopse: Martin (Javier Drolas) e Mariana (Pilar López de Ayala) vivem na mesma rua, em edifícios o postos, mas eles nunca se conheceram. Eles andam pelos mesmos lugares mas nunca notaram um ao outro. Quais são as  chances deles se conhecerem em uma cidade de três milhões de habitantes? O que os separa, irá uni-los.

Meadianeras são aquelas paredes cegas voltadas para prédios vizinhos onde não há janelas. No filme, a arquitetura é usada como metáfora do isolamento e da falta de comunicação entre as pessoas. Trata da solidão vivenciada por todos nós, especialmente para quem mora nos grandes centros urbanos.
"Estou convencido de que as separações, os divórcios, a violência familiar, o excesso de canais a cabo, a falta de comunicação, a falta de desejo, a apatia, a depressão, o suicídio, as neuroses,os ataques de pânico, a obesidade, as contraturas, a insegurança, a hipocondria, o estresse e o sedentarismo são responsabilidade dos arquitetos e da construção civil. Destes males, salvo o suicídio, padeço de todos”.

"Se mesmo sabendo quem eu procuro não consigo achar, como vou achar quem eu procuro, se nem sei como é?"

Apenas o Fim
Sinopse: Adriana (Érika Mader) é uma estudante universitária que cansa de sua vida e quer simplesmente ir embora. Mas, antes disso, ela deve terminar seu namoro com o também estudante Antonio (Gregório Duviver), e ambos têm uma hora para conversar. 

Um filme nacional pra listinha. Bem simples, sem grandes produções e com um roteiro baseado apenas em diálogos - muito bons, por sinal. Apesar das atuações deixarem a desejar em alguns momentos, o filme provoca identificação entre telespectador e personagens, talvez pelas inúmeras referências a cultura pop e pelas situações que, provavelmente, já aconteceram com todo mundo.

''- Desculpe. Eu não sei o que é ficar cansado de você."

''- A única diferença entre a arte e a terapia é que se eu deixar de escrever um dia, não pago a sessão." 

''- Isso é só o fim. O que importa já foi feito.
- E agora? Agora é o resto das nossas vidas.''


Bem Me Quer, Mal Me Quer
Sinopse: Angélique (Audrey Tautou) é uma artista plástica que desenvolve uma paixão desmedida pelo médico Loïc (Samuel Le Bihan). A despeito de tudo o que seus amigos lhe dizem e de diversos acontecimentos que provam o contrário, Angélique persiste na idéia de que Loïc também a ama, transformando o que de início parecia ser um desencontro amoroso em uma perigosa obsessão. 

Adoro a Audrey Tautou e esse certamente é um dos meus filmes preferidos delaÉ o tipo de filme que não dá pra falar muito pra não atrapalhar a história, mas vale dizer que trata muito bem de um assunto sério e que o final surpreende.

"Embora meu amor seja insano, minha razão alivia a dor intensa do meu coração dizendo-lhe para ter paciência e não perder a esperança".

Mary e Max - Uma Amizade Diferente
Sinopse: Mary & Max é um longa produzido em massinhas que conta a história de duas pessoas de idades diferentes que se correspondem através de cartas. Mary (Toni Collete) uma garota de oito anos que mora na Austrália e não tem nenhum amigo, e Max (Philip Seymour Hoffman) um homem de 44 anos que vive em Nova York e sofre de Síndrome de Asperger. 

Achei o filme lindo, apesar de muitas vezes triste. É um ensaio encantador sobre temas como a vida, a morte, solidão e afinidade e o que fica marcado o tempo inteiro é a beleza e a importância da amizade. 

"Mas nós podemos escolher nossos amigos e eu fico feliz em ter escolhido você. O dr. Bernard Hazelhof também disse que a vida de todos é como uma grande calçada. Algumas são bem pavimentadas e outras, como a minha, tem rachaduras, cascas de banana e guimbas de cigarro. A sua calçada é como a minha, mas, provavelmente, sem tantas rachaduras. Com sorte, um dia nossas calçadas vão se encontrar e vamos dividir uma lata de leite condensado".




6 comentários:

  1. Tô muito in love com esse jeito novo do blog. Eu amo esse filme Apenas o Fim, apesar dele ser bem simples como vc bem disse... tem umas sacadas super interessantes, dá vontade de anotar todas as frases. Aliás, adorei o jeitinho q vc deu de juntar a cara nova do blog com as velhas e queridas citações "entre aspas" nesse post!!!
    Tô doida pra ver medianeras!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está gostando, Camila! :)
      Veja Medianeras, vale muito a pena e dá pra pensar muitas coisas...

      Excluir
  2. ótimas dicas, Carla
    Mary e Max é minha animação para adultos preferida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho muito bonito e confesso que me arrancou algumas lágrimas...

      Excluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo