Virou filme: Um dia - David Nicholls

Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Traumatizante. Bonito. Diferente. Esses foram alguns dos adjetivos usados por várias pessoas quando souberam que eu estava lendo Um dia. E agora, ao terminar a leitura, concluo que é mais ou menos isso mesmo.

O livro, narrado em terceira pessoa, começa no dia 15 de julho de 1988. Após a formatura da faculdade, Emma e Dexter passam a noite juntos no apartamento da garota e lá começam a conversar sobre o futuro, sobre os planos e expectativas de cada um para a vida que vem após o diploma. Nesse momento já é possível tecer o perfil de cada um: Emma é a sonhadora revolucionária, aquela que quer mudar o mundo, interessada em política e literatura. Dexter é o bonitão, rico, despreocupado, comprometido com sua própria diversão.

Os dois tornam-se grandes amigos, mas persiste em cada um o questionamento: "Será que poderíamos ser algo mais?". A história segue acompanhando o passar dos anos dos dois, sempre narrada no dia 15 de julho e recheada de encontros e desencontros, brigas e reconciliações. Vemos a busca pelo primeiro emprego, baladas, namoros e viagens típicos do vinte e poucos. A busca por um relacionamento estável, de uma carreira bem sucedida e o desejo de construir uma família tão comuns aos trinta. E as reflexões, retrospectivas e - por que não? - os novos planos de vida aos quarenta.

Apesar da narrativa pular sempre um ano de um capítulo para o outro, David escreve de forma que torna possível saber o que aconteceu na vida dos personagens durante o ano inteiro e não só naquele 15 de julho. É possível perceber o amadurecimento de Emma e Dex ao longo do tempo, ao poucos, como acontece na vida real. 

Mesmo o livro tendo sido lançado aqui em 2011, consegui me manter afastada dos temidos spoilers, mas o "traumatizante" lá do início do texto já me fez ficar preparada para algo ruim, triste ou inesperado. Ainda assim, concordo com os outros dois adjetivos: Um dia é sim uma forma diferente de contar uma história muito bonita. 


No cinema, Emma foi interpretada por Anne Hathaway e Jim Sturgess viveu Dexter. Na maior parte do tempo o filme foi bastante fiel ao livro, até mesmo nas falas dos personagens, talvez pelo próprio autor ter escrito o roteiro da adaptação. Alguns fatos foram colocados em anos diferentes do que está no livro e um detalhe ou outro foi modificado (cadê o labirinto, gente?), mas nada que altere significativamente a trama.

O livro tem pouco mais de 400 páginas, e é muito difícil cada vírgula delas ser usada no filme. Além de torná-lo longo, nem tudo que funciona bem numa história escrita funciona bem na telona. Pena, porque certas coisas fazem falta.

Gostei da adaptação, mas acho que gostaria mais se não tivesse lido o livro. É que as características de Emma e Dexter, seus conflitos, seu amadurecimento e até mesmo a intensidade do que sentiam um pelo outro ficam muito claros e são muito mais explorados no livro. Ao eleger como foco o romance, a versão cinematográfica deixa de fora os sonhos, incertezas, o medo de envelhecer, entre outras coisas, vividos pelos personagens ao longo de todo o livro. Acho que faltou tempo e aprofundamento quando comparamos livro e filme. 

16 comentários:

  1. Olá Carla!
    Concordo completamente com você! Eles não conseguiram relatar exatamente todos os conflitos e emoções que existem no livro... mas mesmo assim, ficou muito boa a adaptação.
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carla!
    Achei a premissa do livro bastante interessante, principalmente o fato de a narrativa pular sempre um ano de um capítulo para o outro.

    Beijos,
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
  4. oi Carla!
    Ainda não assisti ao filme, porque quero ler o livro antes.
    Já vi tantas críticas tanto positivas, quanto negativas, que quero muito ler para tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos.

    Li
    Literalizandosonhos.blogspot.com.br

    PS: Tem promoção no blog, participe! =)
    http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2014/01/promocao-sorteio-de-um-ano-do-central.html

    ResponderExcluir
  5. Depois de tantas resenhas positivas que li o livro, me recusei a ver o filme porque esperava poder lê-lo, mas sinceramente, eu não consigo comprar ou ter tempo para ele e a cada vez que leio algo, fico com mais vontade de ler o livro ç.ç

    Beijos,
    Larissa♥

    - Vitamina de Pimenta -

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    Li inúmeras resenhas do livro e quando o filme foi lançando vi o pessoal comentando muito também, sempre que isso acontece espero a poeira abaixar, pra ler o livro, assim não crio expectativas demais diante do livro x filme, esse ano leu e tiro minhas conclusões da história, já assisti ao filme e gostei.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  7. Olá, Carla!
    Ai, sem comentários para esse livro!
    Quando terminei a leitura, fiquei umas 2 semanas de ressaca literária, não me conformava com o final hehe
    Pensei a mesma coisa quando assisti o filme, cadê o labirinto? kk
    Realmente, esse livro é triste e incrível ao mesmo tempo e ele ensina algo que é meio clichê, mas que é verdade: a pessoa mais importante da sua vida pode ser aquela que está sempre ao seu lado e você nunca se tocou disso.

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    P.S.: Seguindo o seu blog :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Carlinha,

    todo mundo fala muito bem do livro Um Dia. Esse foi um livro que, certo dia, esperando meu namorado, resolvi entrar na Saraiva e li 3 capítulos. Claro, comprei o livro, mas não segui adiante na leitura. Tenho que retomar!

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Gostei da postagem, mas ainda não vi o filme nem li o livro RSR Tenho que reverter isso.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Já assisti e li
    Amo essa história, é muito emocionante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Confesso que ainda não conhecia, mas parece ser muito bom!

    Beijosss
    www.caarolinesales.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olha vou ser sincera, mas quando eu trabalhava na Livraria Nobel era doida para ter o LIVRO UM DIA, mas depois o tempo foi passando e acabei nem tendo ele para ler. Acabei até esquecendo. Ai veio a tona de novo. Eu já vi umas partes do filme, mas não vi tudo sabe? E o livro tenho interesse ainda de ler, porque sinceramente o pessoal fala bem do LIVRO e não do filme. Seila....acho que depende mesmo do gosto de cada um.
    Mas eu vou ver se procuro ver o filme antes pra ver como é a história
    e se me agradar eu leio o livro =]

    Adorei o que vc escreveu, porque me pareceu bem interessante
    Enfim..
    Se cuida minha querida
    e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Bom, até agora eu só vi o filme e gostei bastante, assim como você disse que gostaria caso você não tivesse lido o livro.
    Achei bem gostosinho, bem amor. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  14. Eu comprei o livro tem um tempinho, e quero ler primeiro..
    Imagino que o filme seja bem bacana gosto dos comentários que leio sobre ambos...

    Só esse 'traumatizante' que me dá medo ahahahaha

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  15. Eu amo, amo, esse livro o filme e tudo.
    Gostei demais da história. Já leu o livro?? Se não leu, leiaaaa.
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Carla!
    Bom eu assisti o filme, porque as pessoas falavam tanto que sucumbi às indicações, mas chorei litros com o final. E não pretendo ler o livro porque sei que é mais emocionante ainda! kkkkk

    Bjos

    blogandolinhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo