Falando de... Bullying


Segundo a Wikipédia, bullying é "um anglicismo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor e angústia e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder". 

Apesar do ato já acontecer há muito tempo, o termo é recente. Há quem diga que não é nada demais e classifique as agressões como brincadeiras, mas a verdade é que esse é um assunto sério. Sim, você pode ter recebido apelidos na infância, por exemplo, e isso não ter te causado nenhum sofrimento, mas em outra pessoa as consequências podem ser desastrosas.

Tudo o que ganha destaque acaba virando tema de livros, e com o bullying não é diferente. Eis a lista do Falando de... de hoje:


A lista negra - E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Resenha aqui.

Os 13 porquês - Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Carrie, a estranha - Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente. Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram.


À procura de Audrey - Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.

Pequenas grandes mentiras - Todos sabem, mas ainda não se elegeram os culpados. Enquanto o misterioso incidente se desdobra nas páginas de Pequenas grandes mentiras, acompanhamos a história de três mulheres, cada uma diante de sua encruzilhada particular. Madeline é forte e passional. Separada, precisa lidar com o fato de que o ex e a nova mulher, além de terem matriculado a filhinha no mesmo jardim de infância da caçula de Madeline, parecem estar conquistando também sua filha mais velha. Celeste é dona de uma beleza estonteante. Com os filhos gêmeos entrando para a escola, ela e o marido bem-sucedido têm tudo para reinar entre os pais. Mas a realeza cobra seu preço, e ela não sabe se continua disposta a pagá-lo. Por fim, Jane, uma mãe solteira nova na cidade que guarda para si certas reservas com relação ao filho. Madeline e Celeste decidem fazer dela sua protegida, mas não têm ideia de quanto isso afetará a vida de todos. Reunindo na mesma cena ex-maridos e segundas esposas, mães e filhas, bullying e escândalos domésticos, o novo romance de Liane Moriarty explora com habilidade os perigos das meias verdades que todos contamos o tempo inteiro.

Yaqui Delgado quer quebrar a sua cara - Uma garota surge de repente no caminho da adolescente Piddy Sanchez para avisá-la de que Yaqui Delgado vai acabar com ela. Piddy acabou de mudar de escola e nem faz ideia de quem seja Yaqui, muito menos do que pode ter feito de tão errado para apanhar. Mas Yaqui sabe quem ela é, e a odeia. Piddy Sanchez não tem descanso. Ser filha de uma imigrante cubana nos Estados Unidos e crescer sem pai já era bem difícil sem ter alguém a odiando. No ensino médio da nova escola, seu corpo atraente desperta tanto os olhares dos meninos quanto o da esquentada Yaqui, que começa atacando a novata com ameaças cruéis, mas demonstra ser capaz de muito mais que isso, tornando a vida de Piddy um verdadeiro inferno dominado pelo medo. Denunciar Yaqui não é uma opção. Fugir não adianta. O importante agora é sobreviver.


A playlist de Hayden - Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A playlist de Hayden é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

Extraordinário - August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. Resenha aqui.

Perdão, Leonard Peacock - Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. 


*Sinopses retiradas do Skoob.

10 comentários:

  1. Oi, Carla!
    Curti muito seu post.
    Os 13 Porquês eu já li e amei. A Playlist de Hayden deixou a desejar pra mim. Carrie, só vi o filme e ainda vou ler A Lista Negra.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi! Eu já li alguns deste livros e gostei demais. Pequenas grandes mentiras e A Lista Negra são meus preferidos. Tenho muita vontade de ler Os 13 Porquês.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. O Bullying é um assunto muito sério, mas graças a muitos trabalhos e campanhas estamos conseguindo diminui-lo (pelo menos é o que tenho reparado por aqui...). A disseminação desses livros que você citou é muito importante para que o bullying tenha, finalmente, um fim. Eu já li a maioria dos livros citados, como "Carry, A Estranha" e "Os Treze Porquês" e os outros eu já ouvi falar, ou tenho e ainda não li, mas que pretendo ler.

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla!

    Bullying realmente é um tema que está em alta e acho muito bacana os autores se preocuparam com isso. Anotei alguns da lista pra ler depois!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla!
    Ótima lista! Dá para ver pela sua seleção como o tema pode render histórias dos mais diferentes gêneros, de YA a terror.
    Desses, só li Leonard Peacock, Pequenas Grandes Mentiras e Carrie. Gosto muito de todos, diga-se de passagem.
    Há tempos tenho vontade de conferir Os 13 porquês. A Lista Negra e A Procura de Audrey também são livro que eu gostaria de ler.
    Essa temática sempre rende e é sempre valida.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Uiaaa que postagem maravilhosa!! Eu adorei a seleção desses livros e tem um monte que eu queria ler. Extraordinário é um que está na minha lista há tempos. Infelizmente ainda tem gente que acha que isso é apenas brincadeirinha. Tenha santa paciência!
    Tenha um ótima começo de semana.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  7. Oi
    muito legal o poste, desses ai eu só li dois, mas quero ler outros.
    Isso é um tema muito sério e que pode trazer muitas consequências,

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem? Muito interessante sua postagem. Eu sou o tipo de pessoa que não admite bullying e acha isso super errado. Adorei as indicações de livros, tem vários aí que já estavam na minha lista de desejados...

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  9. Oie ...
    Já li "Perdão, leonard Peacock", "EXTRAÓRDINÁRIO" e "Os 13 Porquês". Livros sobre bulling sempre faz o leitor refletir bastante sobre as atitudes e eu gosto muito disso.
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Muito legal seu post! Já ouvi falar de vários livros da lista, mas só conheci mesmo Carrie, a Estranha. Gostei muito da sinopse de A Lista Negra e já inclui nas minhas leituras futuras!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo