Falando de... E-mails


Olá, pessoal! 
Dizem por aí que a internet anda afastando um pouco as pessoas. Que a presença cada vez mais forte das redes sociais e aplicativos de comunicação nas nossas vidas faz com que os contatos reais diminuam. Mas quando bem utilizada, a internet pode ser uma forma de manter contato com pessoas queridas que estão distantes, conhecer alguém que talvez não se conheceria de outra maneira e até mesmo um meio de iniciar uma história de amor. Pensando nisso, a lista de hoje traz livros nos quais os e-mails tiveram papel fundamental.



@mor - Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade.

Anexos - Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas. Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?

Esposa 22 - Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento.



O garoto da casa ao lado - Escrito em forma de mensagens de e-mail, 'O Garoto da Casa ao Lado' revela a história de Melissa Fuller, uma jornalista de celebridades que está prestes a perder o emprego. Numa certa manhã, Mel está atrasada para o trabalho, mais uma vez. Contudo, dessa vez, ela tem uma desculpa de verdade: estava socorrendo Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos, que entrou em coma após levar um golpe na cabeça, em conseqüência de um misterioso atentado. Seria a colunista de fofocas capaz de descobrir uma grande reportagem? Certa de que esta ocorrência é um gancho para uma matéria sobre as velhinhas indefesas de Nova York, Mel tenta convencer seu editor a publicar a história. Para isso, precisa entrar em contato com Max Friedlander, sobrinho de Helen, que teoricamente estava no apartamento para cuidar dos gatos e cachorros da velhinha. O que Mel não sabe é que, na verdade, quem está no apartamento tomando conta dos bichinhos é John Trent, um rico herdeiro que abdicou da fortuna da família para ser repórter policial do New York Chronicle, principal concorrente do jornal onde Mel trabalha, o New York Journal. Trent deve alguns favores para Max e por isso concorda em ficar no apartamento, fingindo ser Max por algum tempo. Quando Mel marca uma entrevista com Max, que na realidade é John, começa a ter problemas de verdade...

Tudo e todas as coisas - "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa nunca sai em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostuma com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

Ser feliz é assim - Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica. Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos. Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?



Os e-mails de Holly - Em seu primeiro dia como recepcionista em um banco de investimentos londrino, Holly Denham não dá conta de suas inúmeras tarefas, se depara com colegas de trabalho nada amigáveis e, para completar, encontra uma metida ex-amiga dos tempos de escola que se transformou em uma profissional bem-sucedida. Além de um início de carreira não muito promissor, ela ainda tem que lidar com uma confusa vida amorosa, amigos loucos e familiares que vivem querendo lhe dar conselhos. Para aliviar a tensão de uma rotina tão exigente ela recorre a sua Caixa de e-mail, uma fonte inesgotável de dramas e situações pra lá de engraçadas. Escrito em forma de e-mail, Os e-mails de Holly é uma leitura compulsiva, que provocará gargalhadas da primeira a última página.

Remoto e improvável - Um homem e uma mulher se conhecem e, por alguma razão misteriosa, se atraem. Por que não se entregar? Afinal, amanhã, ninguém sabe. Mas e quando há quilômetros de distância e inimigos clássicos de toda persistência amorosa entre eles? E quando nem os autores sabiam como esse romance terminaria e simplesmente deixaram-se levar por esse turbilhão de emoções vivido pelos personagens? Este é Remoto e Improvável! Conheça Tarso e Bia. Uma história epistolar, contada apenas em trocas de e-mails e sem um caminho pré-estabelecido. E pode ser que seja uma história de amor.

Simplesmente acontece - O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.


Já leram algum dos livros citados? Lembram de outros que ficaram de fora? Contem para mim nos comentários! ;)


*Sinopses retiradas do Skoob.

21 comentários:

  1. Quantos livros lindoooos! *_* Morro de vontade de ler "Simplesmente acontece" e "Anexos" e agora tenho inúmeros outros para adicionar na lista gigantesca. hahahaha

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  2. Oi Carlinha!
    Ahhh, não li nenhum desses...mas já me fizeram sentir uma diferença aqui dentro...Gostei das dicas!

    Já listando!

    E realmente acredito que, se bem utilizada, a internet poderia mudar nosso mundo pra muito melhor. O problema é que as pessoas demandam tempo de criatividade para coisas que não fazem bem.

    :**

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carla!
    Desses, quero muito ler Anexos e O Garoto da Casa ao Lado.
    Um livro que li nesse estilo foi PS Beijei. Ele é bom fofo e o livro todo é troca de emails.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla! Eu nem lembro da época que não tinha internet e sou da opinião que não afasta as pessoas, conheci muita gente virtualmente e depois pessoalmente, sei que se não fosse pela net não teria existido um primeiro contato. Adorei suas dicas de livros e vi aí um da Ahern que não conhecia.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post! *-*
    N li nenhum deles, mas quero muito conferir @mor, Anexos, Ser feliz é assim, Remoto e improvável, e Simplesmente acontece <3
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com
    Ps: tem sorteio rolando no blog!

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla! Eu já li @mor e gostei muito. Faz um tempinho já, e apesar de ser tudo via e-mail, fiquei super conectada com a história e os personagens.
    Adorei a lista.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi oi,

    que post criativo, amei o tema! Acho legal quando a arte acompanha o desenvolvimento da tecnologia, por exemplo, livros narrados através de cartas eram comuns antigamente, e esses narrados através de e-mail são a cara dos tempos de hoje! Eu já li O Garoto da Casa ao lado, é muito bacana!

    Beijos!
    Participe do sorteio de um kit de Mimos da Editora Arqueiro
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá,tudo bom?
    Infelizmente nunca li nenhum dos livros citados, o que é uma pena.
    Sempre tive vontade de ler O Garoto da Casa ao Lado, uma vez até ia comprar no bazar do livro, mas acabei preferindo Cidades de Ossos.
    Adorei as dicas, bem diferente.
    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
  9. Desses queria muito ler Anexos. Li simplesmente acontece e não gostei muito...
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  10. O único dos livros citados que já li foi @mor que por sinal eu adorei, depois dele li também a continuação que foi igualmente bom. Gostaria muito de ler Esposa 22 e Os Emails de Holly.

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Carla,
    Toda a série 'Garoto' da Meg é incrível. Eu tenho há muitos anos e ainda consigo lembrar que amei a leitura.
    Mas confesso que algo me chamou mais a atenção em seu post. Você leu 'Onde Terminam os arco-íris'???? É a mesma história de Simplesmente Acontece? Eu assisti ao filme e vi que mudaram algumas coisas, mas a essência era a mesma. Eu li o antigo livro e acho MUITO difícil encontrar alguém que também conhece esse livro. Fiquei feliz!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Dessa lista eu li "Tudo e todas as coisas", um dos melhores livros do ano, da vida, do coração e estou aqui tentando encontrar um jeito de controlar a vontade incontrolável que estou de correr ali e ir ler @mor e anexos????? E sinceramente acho balela a história de que a internet separa as pessoas eu e Mi nos conhecemos através da internet isso nos uniu!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. oii
    legal esse poste, eu ainda não li nenhum desses livros, quero ler alguns, mas já li livros que envolvem e-mail e achei interessante a forma que aparece.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, floor!

    Já li Simplesmente Acontece e é um dos meus amores!

    Muita vontade de ler Tudo e Todas as Coisas - não sabia que tinha essa troca de e-mails e tal - fiquei mais curiosa!

    Adoro livros com esse tipo de construção textual. Geralmente são ótimos porque nos dão a exata dimensão do que cada personagem está sentindo e, ao mesmo tempo, são rápidos e fáceis de ler.

    Gostei do post :)

    Beijinhos,
    Sala de Leitura

    ResponderExcluir
  15. Ainnn O Garoto da Casa ao Lado <3

    Foi o primeiro que li assim com troca de e-mails, foi amor a primeira vista. Já quando li @mor não gostei tanto. Não conseguir me conectar com os personagens, achei a leitura arrastada. Tenho aqui Esposa 22 e pretendo ler em breve.

    Beijos!

    Cintia
    http://devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá Carla,
    Eu acho que a internet afasta os próximos e aproxima os distantes, sei lá, me sinto assim.
    Dos livros citados, li apenas Tudo e Todas as Coisas e Simplesmente Acontece e são livros incríveis.
    Dos demais, quero muito ler @mor e Anexos, acho a premissa desses livros bem interessante! *-*
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, Carla.
    Dos livros citados eu só li @mor e gostei bastante da forma como foi escrito. Acho que tudo usado com muito frequência, sem moderação é prejudicial. Uma coisa que adoro nas redes sociais é que encontrei tanta gente que tinha perdido o contato e agora estou em contato novamente, mas eu não deixo elas tomarem conta da minha vida.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Oi, Carlinha!! Quero muito ler Tudo e todas as coisas. Ser feliz é assim é um livro super gostosinho. Não conhecia Remoto e improvável, fiquei curiosinha. Bjks!

    ResponderExcluir
  19. Adorei a lista! Só li Anexos (que eu gostei bastante), e quero ler Tudo e Todas as Coisas. Da Meg Cabot, da mesma série que O Garoto da Casa ao Lado, também tem Todo Garoto Tem, que é escrito usando e-mails, diários, e é um dos meus favoritos. :D
    Beijos!
    Vestindo o Tédio

    ResponderExcluir
  20. Eu amo livros com cartinhas, bilhetinhos e emails. Acho que deixa a história bem mais divertida e não cansativa. Da lista já li anexos e amei! <333 E tô doida por "Os e-mails de Holly" que ta sempre caro. :( haha

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Carla!
    Adorei a lista!
    O único livro aí que eu li foi @mor, li também a continuação e adorei esses livros.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo