Tem na Netflix: Stranger Things


Essa série está dando o que falar nas redes sociais. E afinal de contas, o que acontece de tão especial nela? Clima dos anos 80, jogos de RPG, namoro no colegial, dramas de família e um suspense sobrenatural. Assim sendo, o seriado acontece nos anos 80, exatamente em 1983, em Montauk, Long Island, uma cidade interiorana e pacata nos Estados Unidos, e com suas corriqueiras fofocas e histórias locais. 

Will, Mike, Lucas e Dustin, adoráveis mini nerds, disputam uma campanha do jogo favorito de RPG parecido com “Dangeons & Dragons”, onde há o terrível Demogorgon que aniquila quase todas as jogadas na casa de Will. Como ocorre toda vez que estamos jogando ou lendo, somos interrompidos e sempre no momento crítico (para nós, é claro) por nossas mães, pois ou é hora de dormir, ou ir pra casa. E é na volta para casa que Will desaparece misteriosamente, após uma interrupção elétrica.

Quase misteriosamente, porque nós, expectadores, sabemos que foi algo ou uma coisa muito sinistra, de outro mundo. Sim, um ser de outra dimensão, com seus sons esquisitos e característicos, gosmento e amedrontador que leva Will. Sua mãe, Joyce, e seu irmão, Johnathan, começam uma busca para encontrá-lo com a ajuda do xerife local. A busca por Will revela uma série de mistérios extraordinários envolvendo pesquisas secretas do governo americano, forças paranormais e sobrenaturais e o mais intrigante: uma garotinha muito, muito incomum e única, Eleven. 

Mike, Lucas e Dustin resolvem procurar secretamente o amigo. E é nessa investigação paralela que eles se deparam com Eleven, garota calada, tímida, que cresceu em um laboratório e não sabe nada sobre ter uma vida de adolescente habitual, com amigos e brincadeiras. Com eles revivemos momentos incríveis dos anos 80: clima agradável de amizade, trilha sonora incrível, lembranças de filmes como Os Goonies e Et. Mas, além do apelo nostálgico óbvio, que homenageia obras como as de Stephen King, Steven Spielberg e John Carpenter, Stranger Things é um presente para os fãs da ciências. E um dos grandes responsáveis por isso é o Sr. Clarke, o professor de ciências dos meninos, ou como gostamos de chamá-lo, a versão dos anos 1980 para o Google. Não à toa, ele é o nosso personagem preferido — além de Dustin, a fofura em forma de guri, e Barb, a amiga esquecida. De forma didática, o Sr. Clarke introduz o público ao complexo mundo das realidades paralelas de uma forma que todo mundo entende - e gosta. (Leia mais sobre isso aqui)

E mais, vivemos uma aventura repleta de mistérios e expectativas de tirar o fôlego. E além de suspense, temos dois romances adolescentes lindos: o primeiro amor de Mike e o primeiro namoro sério de sua irmã, Nancy, com o popular Steve Harrington. A propósito, Nancy inicia outra busca paralela para encontrar sua amiga Barb, que também some misteriosamente.

Entre momentos de comédia, drama e romance, a série é bem desenvolvida, com enredo próprio e estimulante e além de um roteiro bem definido a cada episódio, conta com atores de renome como: David Harbour que interpreta o Xerife Hopper, Winona Ryder no papel da mãe de Will, Joyce, e Matthew Modine como o Dr. Martin Brenner.

Além de toda a temática de aventura disponível, a série explora vários pontos de vista sobre a vida real como:

1- As relações familiares, como a confiança entre mãe e filhos, a lealdade e proteção entre irmãos; filhos de pais separados e suas dores, o amor de mãe e seu incrível sexto sentido (o famoso coração de mãe que sente e sabe a verdade).

2- As primeiras amizades formadas desde a infância com suas dores e alegrias, seus ciúmes, desentendimentos e aprendizados como perdão e fidelidade.

3- Bullying no colégio – a famosa história dos populares e os não populares.

4- A perda de entes queridos – a dor e o tempo de cura e aceitação.

Enfim, são muitas coisas a serem aproveitadas em Stranger Things, como por exemplo a história da criação do seriado baseada em algorítimos. Mas a melhor delas garanto que é a diversão e entusiasmo contidos em cada episódio.

Resumindo: intrigante, envolvente, emocionante e repleta de segredos.



9 comentários:

  1. Oi Renata! A série é realmente tudo isso que vc falou! É simplesmente ótima, uma das melhores que vi esse ano. Pena que vai demorar um pouco pra segunda temporada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Renata,
    Eu maratonei essa série esses dias e achei adorável.
    Ansiosamente aguardando a próxima temporada.

    tenha um ótimo final de semana :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi Renata,
    Que série sensacional, não é?
    Estou me sentido mal agora que acabei e não tem mais episódios. Como eu faço? Quero assistir tudo de novo com minha mãe, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Renata!
    Stranger Things com certeza é uma das melhores séries desse ano. Por ter um enredo relativamente simples e sem enrolação, caiu no gosto do povo. Fora que não tem como não se apaixonar pelas crianças.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi Renata!
    Eu vi todos os episódios e amei essa série!
    É um prato cheio para quem nasceu nos anos 1980, muito parecido com os filmes que eu assistia quando era criança.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Parece mesmo cheia de aventura e eletrizante, tenho visto muitos blogs indicando esta série e ainda não a assisti...

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu fiz maratona neste final de semana e adorei. Já estou de ressaca, nem sei o que ver agora depois de algo tão empolgante.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Oie..
    Essa série ta dando oque falar eiin?
    estou deixando algumas em dias para poder assistir ela, todos falam que é muito bom!!
    Amei a resenha.. beijos
    Danny Lee ♥ | Girls Sweet

    ResponderExcluir
  9. Poxa, não tive sorte com essa série. Assisti a dois episódios mas não me vi envolvida, acabei largando. Achei que fosse mais puxada para o suspense, porque me disseram que era, mas foi bem diferente da expectativa :/

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo