Resenha: Um Novo Amanhã (A Pousada #1) - Nora Roberts

Sinopse: A tradicional pousada da cidade de Boonsboro já viveu tempos de guerra e paz, teve diversos donos e até sofreu com rumores de assombrações. Agora ela está sendo totalmente reformada, sob direção dos Montgomerys, que correm para realizar a grande reinauguração dentro do prazo. Beckett, o arquiteto da família, é um charmoso conquistador que passa a maior parte do tempo falando sobre obras, comendo pizza e bebendo cerveja com seus irmãos Ryder e Owen. Atarefado com a pousada, ultimamente nem tem desfrutado de uma vida social decente, mas pretende mudar logo isso para atrair a mulher por quem é apaixonado desde a adolescência. Depois de perder o marido na guerra e retornar para Boonsboro, Clare Brewster leva uma vida tranquila cuidando de sua livraria e dos três filhos. Velha amiga de Beckett, ela volta a se reaproximar dele ao ajudar nos preparativos da pousada. Em meio a essa apaixonante reconstrução, rodeados de amigos, Beckett e Clare passam a se conhecer melhor e começam a vislumbrar um futuro novo e promissor juntos. Neste primeiro livro da trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta o romântico Beckett Montgomery, que, ao buscar realizar o sonho de sua família, acaba deparando com um amor que pensava estar esquecido.

Primeiro livro da escritora Nora Roberts que leio e confesso que me surpreendeu. Aguardava um romance super meloso ou cheio de dramas intermináveis. Mas não. A doçura com a qual ela nos conta a história de Beckett, o arquiteto da família Montegomery que renova os ares da pousada de BoonsBoro e sua paixão de adolescência Clare Brewster, é fascinante e linda.

Beckett e seus irmãos Ryder e Owen (o irmão do meio) trabalham juntos na empreiteira da família. Owen, com seus  altos padrões de organização, controlava os prazos, planejamentos e a contabilidade enquanto Ryder, o irmão mais velho e empreiteiro-chefe, colocava a mão na massa e deixava tudo em ordem na construção. Eles adoravam trabalhar em família e se davam muito bem. E contavam com o bom gosto da decoração da mãe que, junto com Beckett, deixava a pousava bela e com ares de romance.

Logo, o livro narra  muito trabalho, diversão, amor fraterno, um fantasma impetuoso, e seis grandes amigos que se conhecem desde sempre e que – graças à pousada – vão embarcar em uma relação que vai muito além da amizade. O romance é previsível e clichê, mas a escrita da autora dá um charme único a esses romances.

Clare Brewster, mãe de três filhos, viúva e proprietária da livraria "Virando a Página" é amiga de infância de Beckett, o que ela não sabia é que o charmoso e romântico arquiteto já era apaixonado por ela desde a adolescência e vice-versa.  E durante um projeto juntos na pousada, o coração dos dois volta a se aquecer, com pensamentos e sensações de primeiro amor, primeiro beijo e primeiro tudo. A cada página sentimos a emoção de cada encontro inusitado entre os dois. E a forma como percebemos os gostos idênticos de cada um é harmoniosamente proporcionada durante o dia a dia de Clare e Beckett. 

Percebo neste livro tudo que falavam a respeito da autora, ou seja, que Nora Roberts tem o poder de transformar pessoas comuns e acontecimentos corriqueiros em personagens e acontecimentos fantásticos.

Mas temos um suspense também: o fantasma Lizzy,  que habita e participa arduamente de todo o processo da reforma manifestando-se com um rastro de perfume de madressilvas, acendendo e apagando luzes e batendo portas, dando sua opinião sobre a reforma e antiga conhecida de Avery, amiga de Clare. Cada quarto da pousada leva um nome de um casal famoso e com final feliz da literatura, como Elizabeth e Darcy de Orgulho e Preconceito, que deixa Clare encantada.

Além de vários acontecimentos, durante a leitura nos são apresentados vários moradores encantadores de  BoonsBoro, menos o terrível e psicótico Sam, que soube como deixar sua marca sombria na trama. E como!

A história é linda e gostosa de ler,  muito bem elaborada e escrita, com acontecimentos que se entrelaçam com resultados incríveis, instigante, unindo romance, suspense e sobrenatural de maneira caprichosa, nos dando uma bela história e um final perfeito.

Um novo Amanhã é o primeiro volume da trilogia A Pousada. Cada livro é protagonizado por um casal diferente, entretanto é importante lê-los na ordem de publicação (pois os casais estão interligados). No final nos deparamos com um capítulo do segundo livro da série (O eterno namorado), que será com um dos irmãos – Owen.

Será que Lizzy – o fantasma - já tem planos para o centrado administrador da família? Lendo o volume II para descobrir…

6 comentários:

  1. Oie...
    Também nunca li nada da Nora Roberts e curiosamente tinha a mesma impressão que você: achava que seria meloso e dramático kkk... Mas, enfim, pelas suas palavras deve ser uma ótima leitura e com um romance do jeitinho que curto :)
    Ultimamente tenho lido ótimos elogios a respeito dessa série, logo, já percebo um aumento da minha lista de desejados...
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!

    Sabe, eu não gosto de todos os livros da Nora, mas confesso que estou curiosa com esse por causa do fantasma da personagem Lizzy. E se vc diz que é uma leitura gostosa, eu acredito, vou acabar acompanhando a série rsrsrrss

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carla!
    Apesar de fazer um tempinho que não leio nada da Nora, ela é uma das minhas autoras favoritas.
    Seus livros sabem bem equilibrar romance e sem ser meloso.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sua resenha! Gosto bastante da Nora e estou louca para conferir essa trilogia, sua resenha só me fez querer ler ainda mais <3
    Beijo*
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Bom saber que a sua primeira impressão da autora foi positiva! Infelizmente, eu não tive a mesma experiência :( achei a leitura arrastada, cheia de detalhes demasiados, e no fim os personagens não me cativaram nem um pouco. Uma pena, porque o pano de fundo até que é legal.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu também achei esta história bem legal e com um charme só dela. Estou do segundo volume e embora o casal não seja tão empolgante quanto o primeiro, todo o núcleo criado pela autora continua interessante.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo