Falando de... Hitchcock


Sempre gostei de filmes de suspense. E quando descobri, anos atrás, um carinho especial por filmes antigos, minha atenção foi logo fisgada pelo tão falado "mestre do suspense". O clima de tensão, medo e dúvida gerado pelos filmes daquela época era único! E se a direção estava nas mãos de Alfred Hitchcock, o filme se transformava em uma verdadeira aula de cinema. 

Vários filmes do diretor foram baseados em contos ou livros. A lista de hoje traz alguns desses títulos que saíram do papel para ganhar espaço nas telonas.

    

A dama oculta - Livro que deu origem ao clássico homônimo de Alfred Hitchcock, A dama oculta é por si só uma obra envolvente e extraordinária. Sua força está na maestria com que Ethel Lina White constrói atmosferas sinistras e perturbadoras, que pairam até mesmo sobre as cenas aparentemente mais corriqueiras. Iris Carr é uma jovem e bela socialite que retorna para a Inglaterra após um período de férias no continente europeu. Sentindo-se só e intimidada durante a viagem de trem, ela encontra conforto na companhia de uma estranha que conhece apenas como “srta. Froy”. O conforto logo se transforma em pânico quando a srta. Froy some sem deixar vestígios. Questionando a própria sanidade e desconfiando das reais intenções das pessoas a sua volta, Iris tenta desesperadamente desvendar o súbito desaparecimento de sua companheira de viagem – uma mulher que ninguém mais se lembra de ter visto!

Vertigo (Um corpo que cai) - Encarregado por um antigo colega de seguir sua jovem e bela mulher, o detetive Flavières logo se vê perdidamente apaixonado pela moça. Essa impropriedade não o impede de investigar os temores de seu amigo Gévigne a respeito da esposa: suas ausências, seus mistérios, uma melancolia que a leva a olhar para as águas do Sena por horas a fio… Nenhum amante, nenhuma simulação, nenhuma doença. Apenas uma estranha relação com a bisavó, morta em circunstâncias terríveis e a quem a jovem Madeleine não chegou a conhecer… Um clássico de Pierre Boileau e Thomas Narcejac, especialistas na arte de conduzir a trama – e o leitor – até onde menos se espera. Tem resenha aqui



      

Os pássaros - Você conhece o filme. É um dos maiores clássicos de Alfred Hitchcock, de 1963. Nos créditos, consta que a história é baseada no conto “Os Pássaros”, de Daphne du Marier, escritora que o mestre do suspense já havia adaptado antes. Quase trinta anos após seu lançamento, o romance de Frank Baker ganharia repercussão quando o autor ameaçou processar Hitchcock e Daphne Du Maurier. Para deixar essa estranha coincidência com ares de plano macabro: Daphne era prima do antigo editor de Frank Baker, o inglês Peter Davies, e chegou a trabalhar com o parente. Pássaros. Milhares, talvez milhões, sobrevoam Londres, de forma aparentemente inexplicável e sem sentido, onde parecem observar os habitantes da capital, que os consideram divertidos, se tanto um pouco estranhos. Enquanto as pessoas ainda tentavam entender o que faziam ali, eles começam a atacar, ferindo e até mesmo matando com tremenda brutalidade e violência. Seriam eles uma força da natureza ou uma manifestação sobrenatural? Ninguém sabe. A única certeza é que o objetivo dos pássaros é a destruição da humanidade e ninguém tem ideia de como impedi-los... No ano em que se celebra os 80 anos da primeira edição, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta o livro Os Pássaros para todos os leitores e cinéfilos brasileiros apaixonados por um bom susto, um retrato sombrio e acurado de uma Londres pré-Guerra, como se Baker conseguisse vislumbrar o futuro próximo de terror e feitos inomináveis apresentado pela Segunda Guerra Mundial.

Psicose - Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas. Em Psicose, sem edição no Brasil há 50 anos, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, assim com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bate, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.



 

Janela indiscreta e outras histórias - Autor de clássicos do gênero policial como A noiva estava de preto e A dama fantasma, Cornell Woolrich talvez não tenha escrito nada que se iguale em carga de tensão às cinco histórias breves reunidas neste volume. Em "Janela indiscreta", um homem com a perna quebrada passa o tempo observando os prédios em volta do seu e desconfia, sem prova concreta, de que o vizinho da frente é um assassino. O livro traz também as geniais "Post-mortem", "Três horas", "Homicídio trocado" e "Impulso". Num movimento contrário ao da maioria das narrativas policiais, aqui não há crimes manifestos a serem desvendados nem detetives que correm atrás de pistas reveladoras: a trama, em vez de caminhar para uma solução, parece se complicar a cada cena. O crime é potencial, e o leitor tem a impressão de que algo terrível está prestes a acontecer. Com descrições extremamente visuais e uma voz narrativa carregada de humor negro refinado, Woolrich desenha com maestria o destino de seus protagonistas - vítimas, assassinos, testemunhas -, que parecem arrastar-se a cada minuto para dentro de uma espiral eletrizante.

Frenesi - O personagem central da história é um antigo ás da RAF, condecorado por muitos atos de bravura durante a Segunda Guerra Mundial e que, como acontece comumente aos heróis, foi totalmente esquecido na paz. A boa sorte parece abandoná-lo e as complicações se acumulam e atingem o seu ponto culminante quando a esposa de Dick Blamey é brutalmente assassinada num escritório em Leicester Square, onde ela mantinha uma agência de casamentos.


*Sinopses retiradas do Skoob.

8 comentários:

  1. Iupiii! Minha coluna preferida! Sério, estou muito apaixonada por esse post!! Eu amo ver filmes de suspense/terror/mistério antigos justamente pelo clima, é completamente diferente dos filmes atuais. Assisti Janela Indiscreta por esses dias, não fazia idéia que tinha sido baseado em um conto ou algo do tipo.
    Quero ler todos esses livros, Carlinha! KKKKK! Não sabia também que a DarkSide tinha publicado Os Pássaros. Que capa maravilhosa! Já vou colocar na wishlist!!!! Bjks

    ResponderExcluir
  2. Amei sua seleção, nunca vi nenhum outro blog citar esses livros. Amei conhecer, não gosto tanto de filmes de terror, mais suspense é comigo mesmo! Hahahahahah Quero ler todos esses livros. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Carla.
    Ótima sua postagem. Acredita que nunca assisti nada dele? Eu não tinha televisão em casa antigamente, por isso não assistia muita coisa. Mas tenho vontade de conhecer. E quero muito ler esses livros da Vestígio, que a edição está linda.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi Carla, tudo bem?

    Alfred Hitchcock é o cara! Ainda não vi Os pássaros e nem li o livro, mas tenho muita vontade de conhecer esse clássico. Adorei as escolhas e o tema da postagem!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    nossa nunca tinha ouvido falar rsrsrsrsrs
    Gostei das premissa, vou pesquisar sobre.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  6. oi, Carla!!!!
    Já assisti o filme Psicose e tb li o livro, e gostei bastante. E recentemente estou lendo Os Pássaros e espero gostar, proque vou te contar uma coisa, a edição dele está a coisa mais linda de meudeuso hahaha

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
  7. Já assisti janela indiscreta e os pássaros, mas psicose continua sendo meu favorito <33 tenho muuita curiosidade com dama oculta! O Hitchcock é fera mesmo

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    legal o poste, ainda não assisti ou li nada relacionado a esse home, eu já vi resenhas positivas desses livos e tenho vontade de ler os dois primeiros.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo