Resenha: Quando o amor bater à sua porta - Samanta Holtz

Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

O que é o amor? Apesar dos muitos romances escritos, Malu deixa a pergunta da repórter sem resposta durante uma entrevista. Aos 29 anos, a escritora tem uma carreira bem sucedida, uma casa confortável e uma rotina cuidadosamente planejada, mas sua vida amorosa não é nada parecida com a das protagonistas de suas histórias. Ela sequer se lembra da última vez que esteve em um encontro... 

Órfã de pai e com um distante relacionamento com a mãe, possui uma forte ligação com o avô de 98 anos. O ex-militar vive em uma casa de repouso, onde a neta vai visitá-lo depois de sua pedalada matinal. A relação entre os dois é linda e cheia de carinho. Se com a maioria das pessoas Malu adota um jeito sério e distante, perto do avô ela se derrete.

Além das pedaladas e das visitas ao avô, outras três coisas fazem parte da rotina de Malu: beber xícaras e mais xícaras de café, fumar e escrever. Esta última vem ocupando a maior parte de seus dias e de seus pensamentos. O lançamento de seu próximo livro se aproxima, mas a escritora está numa difícil posição: o final que ela escolheu para Ana Clara, sua protagonista mais recente, não agradou à editora, mas é o que ela considera mais verdadeiro. E é tentando achar um rumo para a história de Ana Clara que Malu descobre o seu. Tudo com a ajuda de um estranho que bate à sua porta.

Era fim de tarde quando Luiz Otávio tocou a campainha e informou para uma amedrontada Malu que havia sofrido um acidente dias atrás e perdido a memória. A única pista que tinha a respeito de si mesmo era um papel no qual estava agendada uma reunião com a escritora. Apesar de desconfiada, ela resolve tentar ajudá-lo. Com o passar do tempo, os dois se tornam mais próximos. E, cada vez mais à vontade e menos intimidado com a mulher durona com a qual passa a conviver, Luiz vai percebendo que talvez existam razões para que ela tenha se tornado assim, e não hesita em confrontá-la com perguntas e observações a repeito do passado que ela prefere manter em segredo.

Esse foi o primeiro livro da Samanta Holtz que li. Fiquei encantada com a forma como ela foi conduzindo a história e mais ainda quando cheguei ao final e me dei conta de que pistas sobre os dois protagonistas foram dadas sutilmente ao longo do livro todo. O entrelaçamento entre a história do livro de Malu, a sua própria e a de Luiz Otávio também se deu de forma perfeita.

A construção dos personagens foi muito bem feita. A autora utiliza mais o estilo de mostrar através das falas e das atitudes como eles são do que o de enumerar características detalhadamente. Sua Malu é alguém difícil de gostar logo de cara, pois seu comportamento faz o leitor acreditar que se trata de alguém amargurada e que, à exceção do avô, pouco se importa com os outros. Mas ela é uma personagem de muitas camadas e estão vão sendo retiradas pouco a pouco, revelando uma Malu que nem ela lembrava mais que existia por baixo de tantas defesas. 

Luiz Otávio é desde o início alguém que agrada. Seu jeito bondoso, brincalhão e otimista faz com que a torcida para que consiga montar novamente o quebra-cabeças da sua vida seja grande. Sua vontade de ajudar Malu a achar o final que ela tanto precisa para seu livro, mesmo com algo tão complicado acontecendo na própria vida, mostra quão generoso ele é. 

Quando o amor bater à sua porta é uma mistura bem dosada de drama e romance. Apesar de grande, a sinopse não chega perto da quantidade de coisas pelas quais Malu e Luiz passam, das perdas, dores, separações e reencontros que a história traz. O romance é do tipo que acontece aos poucos, em meio a uma certa resistência por parte de Malu e muitas dúvidas a respeito da existência de outra pessoa na vida de Luiz Otávio.

Se Malu e sua personagem tiveram o final realista que ela planeja ou o clichê delicioso dos romances, só lendo para saber. O que posso dizer aqui é que adorei as escolhas da Samanta, me surpreendi com algumas revelações, senti o coração apertar com alguns acontecimentos e suspirei com outros.

Malu e Luiz são duas pessoas que se encontram no momento certo, duas pessoas em busca de si mesmas. Ele não sabe quem é por causa de uma amnésia, ela se perdeu na personalidade que criou para si na tentativa de se proteger. Cada pedacinho revelado de um tem efeito no outro e juntos eles se redescobrem de um jeito que talvez não conseguissem sozinhos. Para o leitor, ficam as mensagens de que nada deve nos afastar de nós mesmos e que, por mais que pareça bobo ou simplista, devemos seguir o caminho indicado pelo coração. Malu sabe bem como isso dá certo! ;)

*Livro cedido pela editora.

7 comentários:

  1. Oi, Carlinha
    Eu ganhei esse livro, terminei de ler semana passada. Nunca tinha lido nada da Samanta tb e simplesmente amei! Como vc disse muitas coisas acontecem, é romance mas não é só isso, vai muito além. Fiquei muito surpresa com a leitura, pq eu imaginei que ia gostar mas não pensei que fosse tanto. Amei o final da resenha, entendedores entenderão né? Rsrsrs
    Bjks!

    ResponderExcluir
  2. Oi Carla!

    A cada resenha que leio eu fico com mais vontade de ler o livro! A premissa é ótima, gosto de romances e muito bom saber que os personagens são bem construídos! Adorei a resenha

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla!
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas todos são muito desejados.
    Esse livro parece ser lindo, quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oii Carla

    Super contente de ver autores brasileiros crescendo, alcançando um merecido espaço de destaque e apresentando essas histórias que deixam a gente morrendo de vontade de ler. Pela resenha, já deu pra notar que é um livro envolvente, doce e com aquele final feliz que tanto amamos. Com certeza vai pra minha listinha

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  5. Olá Carla, tudo bem?
    Acho a capa desse livro linda e parece q a história também é.
    Adorei a resenha, já está na minha lista.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla, tudo bem?
    Eu não tinha dado muita bola pra esse livro, mas essa sua resenha me deixou super curiosa!
    Gosto de romances bem construídos (e não aquela coisa fogosa e forçada). Vou conferir quando puder. =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carla!
    Está todo mundo elogiando esse livro e, apesar de me chamar atenção, tenho medo de me decepcionar também.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção Halloween Literário

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo