Resenha: Batom no dente - Maria Helena Mossé

Sinopse: A mulher e suas dúvidas, amores e dissabores. Batom no dente, livro de estreia da escritora e psicanalista Maria Helena Mossé, como o título sugere, traz uma galeria de personagens femininos em situações de insatisfação, inadequação ou expectativa. Afinal, o que querem as mulheres?, indagaria o fundador da psicanálise Sigmund Freud. A autora não tenta responder, mas apresenta, através de sua prosa madura e elegante, rica em recursos narrativos, protagonistas de variadas idades e classes sociais – inclusive dois homens preocupados com o que as mulheres e os amigos pensam deles – que se inquietam, questionam e se movem em busca de realizar seus desejos. Como a moça do interior que ascende a dondoca na Barra da Tijuca e vai procurar a amiga que a desafia, a ex-esposa que finalmente se livra do jugo subliminar do ex-marido, a mulher casada e entediada que sai para passear com o cachorro numa noite chuvosa e vislumbra um grande amor.

Já dizia Clarice Lispector: cada pessoa é um mundo. As histórias, vivências e aquilo que carregamos dentro de nós compõem um terreno vasto e, muitas vezes, inexplorado. Quando a pessoa em questão é uma mulher, conhecer cada cantinho do mundo pode ser difícil, mapa nenhum é claro o suficiente . Afinal, mulheres são complicadas, diz-se por aí.

Em Batom no dente, Maria Helena Mossé se aventura por esse universo feminino. Em 21 contos, apresenta ao leitor mulheres de diferentes idades, pertencentes a diversas classes sociais e passando por etapas distintas da vida. Alguns contos têm protagonistas masculinos, mas eles são minoria.

Os personagens são reais, tanto que é até difícil chamá-los assim. A narração de suas vivências traz ao leitor reflexões a respeito de temas comuns a todos nós, situações que já passamos, já vimos alguém passar ou que provavelmente passaremos no futuro. 

Ao longo das páginas, conhecemos personagens buscando uma vida melhor, umas se apaixonando, outras encarando o fim de uma relação que durou mais da metade da vida e ainda aquelas que se aventuram em uma relação extra-conjugal. Em contos mais reflexivos, personagens questionam escolhas feitas, lidam com a saudade de coisas, épocas e pessoas e com a chegada da maturidade e as mudanças que ela traz para o corpo e para a percepção do mundo ao redor.


"As vozes não se modificam com o tempo. Eu seria capaz de identificar cada um, estivéssemos nós num ambiente fechado e escuro. As risadas também são as mesmas. Somos todos novamente jovens falando alto e, rememorando os dias felizes, acreditamos que daremos uma rasteira na morte."

Um detalhe bastante interessante do livro é que alguns contos são interligados. Alguém que faz parte da história contada em um, como mero coadjuvante, vira protagonista no seguinte. E assim podemos ver dois olhares diferentes a respeito de uma mesma situação, mostrando que nem sempre aquilo que projetamos realmente corresponde ao que se passa com a outra pessoa. Por descuido ou por alguma necessidade, muitas vezes moldamos a realidade de acordo com o que queremos.

Outro ponto a ser destacado é o estilo da escrita da autora. Mesmo nos contos mais curtos conseguimos apreender muito da personalidade de seus personagens. Talvez por sua formação, ela consegue explorar bastante do que se passa no interior de cada um deles, sem precisar recorrer a descrições detalhadas, apenas narrando seus pensamentos e suas ações.

Mesclando contos narrados em primeira e terceira pessoas, Batom no dente é um livro maduro e que trata de maneira quase informal - mas nem por isso superficial - de assuntos fundamentais. 

*Exemplar cedido pela Oasys Cultural.

12 comentários:

  1. Oi Carla,
    Não conhecia a obra, fiquei interessada!
    Não costumo ler muitos contos, mas eles se interligarem me anima a ler.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carla!
    Recente eu vi uma resenha desse livro e fiquei bastante interessada na temática.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tinha ouvido falar do livro, mas me interessei bastante pela premissa. Parece ser muito bom!

    Beijos <3
    https://menteviajantee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Carla.
    Não conhecia esse livro ainda e achei muito interessante. Afinal mulheres são bem difíceis de entender mesmo hehe. E gostei de ter um coadjuvante em um conto e no outro ele ser o protagonista. Acho que nunca vi isso em livros de contos.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi Carla, tudo bem?
    Eu não sou muito de fã de contos, mas só por esse tratar de como somos difíceis de entender, já quero ler!
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Oi Carla! Não conhecia o livro, mas nossa, eu adoro contos e pela resenha as histórias e personagens parecem ser bem reais! Acho que é uma leitura que eu irei curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carlinha
    Não tenho o hábito de ler contos, mas daria uma chance pra esse livro. Gostei dos temas abordados e dos personagens serem reais.

    ResponderExcluir
  8. "Cada pessoa é um mundo"... amei
    Qur tema lindo este do livro... ja mr encantou aoens pelo nome,alem do mais,gostei muito da resenha.. Parabéns
    Seguindo seu blog ja
    Só os Loucos Sentem
    Instagram
    Fan Page
    Google +

    ResponderExcluir
  9. Achei super interessante isso de um personagem de um conto fazer parte do outro também. Ideia muito bacana.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Carla, tudo bem?

    O livro tem uma proposta muito legal, ultimamente tenho lido muitos contos e me apaixonado por livros assim. Gostei da ideia dos contos se interligarem, pois de certa forma acabamos criando mais empatia pelo personagens!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  11. Olá Carla, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas achei bem interessante.
    Adoro contos então não tenho porque não dá uma chance.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    Http

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha, não conhecia o livro e achei muito legal isso de em alguns contos coadjuvante se tornar protagonista em outro.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo