Resenha - A Maior de Todas As Mágicas - James R. Doty

Sinopse: Jim teve uma infância difícil. Cresceu com o pai alcoólatra e a mãe depressiva numa pequena cidade da Califórnia. Para ele, a vida se resumia a uma sucessão de dias tristes, violentos e sem esperança. Mas tudo mudou ao completar 12 anos, quando entrou numa loja de artigos de magia e conheceu a misteriosa Ruth. Enxergando todo o sofrimento do menino, a generosa senhora resolveu ajudar e prometeu ensinar a ele a maior de todas as mágicas. Ao longo de seis semanas, Ruth guiou Jim por diversas técnicas de meditação, ensinando-o a relaxar o corpo, esvaziar a mente e abrir o coração – os passos necessários para qualquer pessoa aprender a lidar com a dor e com as próprias emoções. Os anos se passaram, Jim incorporou as práticas e se tornou o Dr. James Doty, neurocirurgião proeminente e empresário de sucesso. Mas esqueceu de manter o coração aberto, o que gerou terríveis consequências. Nesta emocionante história real, Dr. Doty mostra o poder que a compaixão tem de transformar vidas e a força que cada um de nós possui para transformar o mundo.

Um  livro fácil e ao mesmo tempo difícil de ler. Difícil pois se o lermos depressa perdemos toda a sua essência. E para tentar entendê-lo eu li e fiz todo o passo a passo ensinado e orientado no livro. E realmente é inspirador e verdadeiro.

A história é narrada pelo próprio autor e conta sua vida desde pequeno. Uma vida árdua e que foi modificada por um ensinamento mágico, dado a ele por Ruth durante as seis semanas de férias que passou com ela em uma loja de truque de mágicas. 4 passos o levariam a conquistar tudo que ele quisesse.

Jim, em um dos seus passeios de bicicleta, encontra uma loja de truques de mágica. Apaixonado há tempos pela arte da ilusão, resolve entrar na misteriosa lojinha. E encontra Ruth, uma senhora que desenvolve por ele um carinho e atenção que ele nunca havia recebido. Pai alcoólatra, mãe dependente de sedativos e que tentara já inúmeras vezes se matar, e um irmão mais velho que por ser menor em altura era cuidado por ele. Ele se encontrava em uma situação difícil em casa, apaixonado por uma colega de escola e não se julgava capaz ou estar à altura da mesma.

Ruth lhe ensina durante 6 exatas semanas, maneiras de como entrar em contato com o nosso interior e com nossa mente. E são passos que eu mesma comprovei. E tudo sempre começa com o famoso relaxamento do corpo e a respiração. O incrível desses ensinamentos é que ele são vistos pelos olhos do menino Jim e ao mesmo tempo pelo neurocirurgião James. A mesma pessoa, com dois olhares próprios e com visões técnicas totalmente diferentes.


Após o relaxamento de todos os músculos, vem a parte que eu considero a mais difícil: silenciar as vozes da nossa mente enquanto estamos pensando. Realmente é a parte mais chata de ser trabalhada. Chata pois como calar ou pelo menos diminuir os volumes dos nossos pensamentos?  Enquanto escrevo esse texto, até eu realmente me focar nele, vieram vários outros pensamentos: "Tenho que terminar o outro livro.", "Será que desliguei a cafeteira?", "Que horas o técnico da gvt chega? ", "Será que vou conseguir explicar o próximo passo ?". Mas sigo o 1 passo, seguido do 2 e o 3 e assim consecutivamente e aqui estou, totalmente focada no livro e na resenha.

Jim nos conta que não faz corretamente o 3º passo - o passo para abrir o coração e distribuir a empatia com todas as pessoas -, pois a ansiedade do 4º passo, que é o passo para se ter tudo o que deseja, é enorme. Mesmo com Ruth lhe dizendo e orientando que se o passo do coração não for feito corretamente, seu próprio coração poderá se machucar.

Abrir o coração, tem um mantra maravilhoso de se dizer. Logo abaixo vou colocá-lo. Falando em mantra, Ruth tem uma orientação perfeita para focarmos nossa concentração e como encontrar a frase perfeita para ser seu mantra. Bem, eu particularmente não sabia que eu mesma poderia encontrar e/ou criar uma frase ou palavra para ser meu mantra. Acreditava que teria sempre que repetir os já existentes e citados por grandes nomes da meditação indiana. Estava errada.

Mantra da  bondade consigo mesmo: 
" - Eu sou digno. Sou amado. As pessoas se importam comigo. Eu me importo com os outros. Só escolho o que é bom pra mim. Só escolho o que é bom para os outros. Eu amo a mim mesmo. Eu amo os outros. Abro meu coração. Meu coração está aberto."
Mas Ruth ensina a Jim que não é só repeti-lo várias e várias vezes. É preciso que você tenha pensado em algo ou alguém que tenha lhe transmitido um amor incondicional. Não um amor perfeito. Aquele amor que lhe faz crescer mesmo que tenha dores. E reter aquela sensação boa. E logo após, pensar em várias pessoas, dais quais você gosta e não gosta, e distribuir mentalmente essa sensação, imaginando tudo de bom e do melhor para cada pessoa.

Bem, essa parte não é fácil também, não. A gente se depara com sentimentos não muito bons da gente mesmo e transformá-los em bons é que é o difícil, mas é possível. E Jim em suas reflexões nos conta que realmente com esses dois passos muita coisa mudou em sua vida. A forma como ele via o pai e a mãe já não era tão perturbadora nele, e assim, ele conseguia ajudá-los, dizendo de maneira simples que os amava e que tudo daria certo. Jim também nos conta que ficou mais esperançoso e via que poderia construir o que ele sempre quis, mesmo sendo pobre e sem condições ou sem visão de um futuro para ele. Ele começou a construir sua própria visão do seu futuro mesmo com todos os problemas existentes.

O quarto passo não vou citar e nem contar senão acaba com a graça da história, que tem um final lindo. Nada que disse anteriormente atrapalha a ler o livro. Há várias coisas lindas e surpreendentes a serem encontradas nas páginas deste livro, que eu consideraria mais como uma biografia com lições amorosas que um livro de auto-ajuda.

Além dos passos, Jim nos propõe o alfabeto do coração: Amor, Bondade, Compaixão, Dignidade, Equanimidade, Gratidão, Humildade, Integridade, Justiça e Perdão. Ele cria também um "truque" no qual usamos nossa parte científica do cérebro, que nos conecta ao coração permitindo sua expansão em todos os sentimentos do alfabeto. Claro que ele também explica que o nosso coração - o órgão - reflete todos as nossas sensações de tristeza, alegria, ódio etc. E isso comprovado cientificamente.

A história não é exatamente sobre truques de mágica ou ilusionismo, mas a forma metafórica e verdadeira que foi usada para nos contar sobre a meditação é realmente fantástica. Jim hoje é o Dr. James Doty, um neurocirurgião famoso em uma das melhores faculdades dos EUA. Além de excelente médico, ele criou um centro de estudos sobre compaixão onde recebe a ajuda de Dalai Lama.

Espero que gostem.

*Exemplar cedido pela editora.

34 comentários:

  1. Olá, Renata
    Eu não costumo ler livros assim não, gosto mais de romances, ya, ficção em geral. Mas até que curti a premissa, sabe? Tem uma história por trás e os ensinamentos parecem ser valiosos. Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana,
      O melhor realmente foi a história por tras dos exercícios de meditação. E realmente o livro é mais uma história da vida do Jim do que autoajuda.
      Beijos e obrigada.

      Excluir
  2. Oi, Renata!
    Nossa, senti uma pegada muito The OA nesse livro... Infelizmente ele não faz muito meu estilo :(
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza !!
      Adorei a "pegada The OA". Vou aproveitar e falar sobre esse seriado.
      Beijos

      Excluir
  3. Olá Renata!
    Não conhecia esse livro mas adorei o mantra da bondade e a premissa dele :)
    Beijinho

    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta,
      Realmente esse mantra da bondade é perfeito para o nosso dia a dia.
      Beijos,
      Obrigada

      Excluir
  4. Oi, Renata. Oi, Carlinha. Tudo bem?

    Dei uma sumida porque estava com problemas com o blog, mas já estou de volta.

    Renata, parabéns pela resenha. O livro não se encaixa nas minhas preferências de leitura, mas sua resenha está tão bem escrita, explicando tudo tão direitinho, que eu me vi aqui curiosa em relação ao livro!
    Silenciar as vozes da nossa cabeça... tentei aqui agora, parei de escrever o comentário, coloquei o MasterChef que está reprisando no Discovery Home&Health no mute e tentei.. em vão! hahahaha
    E achei essa coisa de alfabeto do coração muito bonita! <3
    E como assim centro de estudos sobre a compaixão? Que fantástico!!!

    Beijos
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamires,
      Realmente o alfabeto é lindo, e tem muito mais no livro !! Silenciar a mente é fogo !! kkk
      Beijos,
      Obrigada.

      Excluir
  5. Olá,
    Achei a ideia desse livro, tão linda.
    HAHA essa lição de silenciar as vozes é realmente complicada, eu tento fazer meditação, um pouco durante o dia, ou antes de dormir e não consigo. Passa uns minutos já vem a ânsia das mil coisas. Dica anotada.

    tenha uma ótima quarta =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana,
      Pois é , comecei meditação com este livro,e antes não conseguia. Até que ajudou. O problema é quando estamos repletas de problemas na cabeça... como calar essas vozes ?! rsrsrs Mas até que estou conseguindo. Lindo mesmo é abrir o coração.
      Beijos,
      Obrigada.

      Excluir
  6. Que interessante essa premissa, adorei a resenha , quero acompanhar a trajetória do protagonista. Esse Tema alcoolismo e violência chama minha atenção,vou ler com certeza. beijos

    Taynara Mello
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Taynara,

      Vai gostar do livro então !

      Beijos

      Excluir
  7. É realmente um livro inspirador, o garoto de 12 anos, sofria com os pais, mas aprendeu as coisas da magia, e depois não se pertubou mais com os pais, e ensinou a vida leve, e mostrou o amor, isso quer dizer que ele demontrou compaixão e um amor de ajudar eles. Acho que isso nos leva ao caminho também da vida, nossos problemas nunca se resolve com violência que talvez sentimos no passado, mas passando amor que vem a recompensa, linda a história flor.
    mundonoticiabm.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelia,
      Você gostou também do livro ? Muito linda essa superação do Jim.
      Beijos

      Excluir
  8. Que capa linda! Gostei muito da sinopse e da sua resenha. Parece ser um livro e tanto! A ideia do livro parece ser incrível, adoro livros que envolvem a meditação.
    Um beijo!
    Sonho Inverossímil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi,

      Que bom que gostou da resenha !! Obrigada

      Excluir
  9. Oiee, ainda não conhecia a obra, mas me pareceu ser bastante interessante aprender mais sobre o assunto abordado pelo autor, não sei se seria algo para mim, pois não sou um apessoa muito zen, mas espero poder conhecer!

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janiele,

      Nem eu sou muito zen, rsrs mas adorei o livro porque realmente funciona.

      Beijos

      Excluir
  10. Achei tão interessante isso de você ir lendo sobre os passos e, ao mesmo tempo, experimentar os mesmos passos. Me pareceu uma leitura incrível, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila,

      Precisava testar os passos, e realmente agem de maneira interessante na nossa mente. E melhoram profundamente as nossas relações interpessoais.

      Beijos

      Excluir
  11. Oi Renata!

    Não conhecia o livro, mas adorei a sua resenha e conhecer o alfabeto do coração!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi,

      Obrigada !! O alfabeto é lindo mesmo !

      Beijos

      Excluir
  12. Bom dia,

    Eu não conhecia esse livro, mas apesar de achar a premissa interessante não me despertou interesse, sua resenha está excelente....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Marco!
      Obrigada pela visita e elogio !
      Realmente esses livros são dificeis de despertar interesse,pois temos que estar sintonizados na ideia também....E como muitos livros foram escritos de forma dificil e ruim de ler já ficamos com preguiça só pela ideia as vezes.

      Abs

      Excluir
  13. Oi, Re.
    Parece um livro bem interessante, com certeza gostaria de lê-lo e testar todas essas coisas.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila,
      Realmente testá-lo foi ótimo.Está me ajudando em várias coisas.
      Obrigada.
      Beijos

      Excluir
  14. Uau, que história tocante. Acho que deixa tudo mais crível já que o próprio autor passou isso e a forma como ela expressa a forma como ele viveu de uma maneira tão linda que é impossível não se apaixonar. Adoraria ler o livro, acho que me encantaria de todo o coração.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  15. Nossa, que interessante ainda mais por ser inspirado na vida do autor. Realmente não é fácil concentrar em uma coisa só. Trabalhar nossa mente deve ser bem cansativo, mas o final prazeroso. Bjos <3 Seguindo o blog, obrigada pela visita ao meu <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii!!

      Fico feliz que tenha se interessado pelo livro. Trabalhar a mente realmente é complicado mas muito bom.

      Obrigada.
      Beijos

      Excluir
  16. Olá, Renata.
    Quando vi o título e comecei a ler a sinopse achei que fosse de fantasia e estava bem interessada. Mas dai continue lendo e vi que era da sextante e desanimei hehe. Prefiro ler ficção, por isso acho que não leria ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil !!

      ahahahah
      Adorei sua sinceridade. Também amo fantasia. Já já vem um. O próximo é romance rsrs
      Quanda a gente ve que é dá sextante dá preguiça , por isso temos que trabalhar nossa mente, para não ficarmos assim.

      Mas convenhamos , fantasia é vida !!

      Beijos e obrigada.

      Excluir
  17. Essa postagem me chamou muito atenção! Amei a capa do livro, a proposta e tudo que o autor apresenta. Quero muito ler. Adoro obras que falam de meditação, mantras e afins.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  18. Estou fazendo o curso de meditação, e essa foi a obra indicada. Espero muito, conseguir o meu objetivo. Obrigada. Bjos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Deixe seu comentário, sua opinião é super importante para nós.

© Entre Aspas - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo